Hoje comecei o meu dia de maneira diferente. Quem segue o blog sabe que não dispenso as papas de aveia com proteína whey pela manhã. Não há nada melhor, certo. Mas para variar experimentei o novo pão Sporty e deixo aqui o veredito. Vamos a isto?

Normalmente o pão é um dos primeiros alimentos a cortar quando iniciamos uma dieta de restrição alimentar. Por outro lado, o pão é um alimento presente à mesa das famílias portuguesa e faz parte da maioria dos lanches. Por estas razões, é impossível ter o melhor dos dois mundos. Ou será?

O Sporty apareceu este Verão para alegria de muitos. É 100% integral e afirma-se como um pão direccionado para os desportistas, com uma boa quantidade de proteína por porção e baixo em gordura saturada. Ah, sem esquecer a fibra pelas sementes de linhaça, de girassol e pelos flocos de aveia 😉 Bem melhor que o chamado “pão normal”.

 

Vamos a calorias e macros:

100 gramas do pão Sporty têm cerca de 233 calorias, pode até parece muito, mas cada fatia tem apenas 70 calorias. Por isso, vou deixar os valores por fatia, para facilitar:

70 calorias
6,6gr hidratos de Carbono
5,1gr Fibra
4,8gr Proteína

Nada mal… Se comeres uma sandes (duas fatias de pão) tens logo 9,6gr de proteína, fundamental para a reconstrução muscular, e 13,2gr de hidratos de carbono de qualidade.

IMG_3879IMG_3880


E o preço?

Eu comprei no Pingo Doce a 1,99€ a versão fatiada que traz 12 porções. Mas também podes encontrar em forma de bola e cacete.
Em resumo, parece-me uma excelente opção para o pequeno-almoço e para o pós-treino.
Pelo menos, para variar as papas de aveia matinais 😉. De qualquer das maneiras lembra-te que em restrição alimentar, o pão é uma opção de consumo moderado. Fica a sugestão.

Bons treinos e boas dietas!

3 Replies to “Já provei o novo pão Sporty. Valerá a pena?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *