Treino ou dieta? Qual dos dois devo escolher para que tenha resultados?

Esta é daquelas questões que estamos sempre a ouvir e a discutir entre amigos e profissionais da área.

Para atingir os teus objectivos deverás focar-te nas duas… obviamente…

Mas… e se tiveres que escolher apenas uma? Seria a dieta? ou os treinos?

Acontece com frequência as pessoas só poderemos seguir um caminho. E digo-te já que há um melhor do que o outro para perder ou manter peso…

Treino ou Dieta?

Dieta Vs Regime Alimentar

Para começar devo dizer que não gosto muito do termo dieta.

As dietas, como já tive oportunidade de explicar aqui no blog, vão e voltam como io-ios e nunca são certas.

Ao contrário dos regimes alimentares, associamos as dietas a curtos espaços de tempo com limitações próprias.

Explico-te melhor:

O termo dieta está associado à perda de peso, o que também está errado, porque existem haver vários tipos de dietas… dietas para engordar, a dieta para manter o peso, dieta para ganhar massa muscular, dieta para ganhar massa gorda, etc…

Ora a dieta (a de perder peso) tem uma imposição fortíssima na tua vida.

Com ela tu só podes comer X e Y e terás que o fazer durante X tempo para obteres resultados.

Mas…

E o Que Acontece Depois de Obteres os Resultados?

Das duas uma…

Ou continuas com a dieta, e comes apenas X e Y, ou começas novamente a ganhar peso… voltando início do processo.

Já os “regimes alimentares” são completamente diferentes.

Escolhes os alimentos que mais gostas, substituindo por aqueles que fazem mal… e integras-os na tua cultura alimentar.

Deste modo consegues manter esse regime por um período indefinido.

treino ou dieta
Treino ou dieta? Qual dos dois será mais eficaz para perder peso?

Caso Prático

Dou-te um caso prático para que percebas melhor a diferença:

Dieta: Terás que comer ao pequeno-almoço uma torrada com queijo light durante um mês para perderes 2 quilos.

Isto traz dois problemas: 1º não gostas de queijo (não sei se será o caso) e 2º vai ficar cheia de fome passado uma hora.

Mas não faz mal… porque é só durante 1 mês… Ou fará? 😉

Regime Alimentar: Escolhes ao teu gosto um pequeno-almoço saudável que conseguirás manter, quem sabe, para toda a vida… tornando-no no teu regime alimentar, na tua cultura e modo próprio de perder e manter peso.

No meu caso encontrei papas de aveia com toppings saudáveis. É algo que gosto.

E com isto temos dois benefícios: 1º conseguirás manter este pequeno-almoço por muito mais tempo… e 2º vais comer o que REALMENTE gostas!

No fundo é isto:

Dieta = Não é Sustentável a Longo Prazo

Regime Alimentar = Sustentável

Treino. Qual a Dificuldade e Solução?

O ideal é teremos os dois: treino e dieta.

Mas sei que nem sempre é possível por várias razões. Mesmo assim vou dar-te alternativas aos casos mais comuns que surgem.

A maior parte das pessoas não treina por não ter tempo, dinheiro para o ginásio, falta de motivação ou pura procrastinação.

Para o último caso não consigo fazer nem aconselhar…

As pessoas que procrastinam, ou seja, deixam andar e não tomam nenhuma decisão relativamente ao caso, normalmente têm tudo na mão para o sucesso. Mas não o fazem, simplesmente porque não querem.

Para os casos de falta de tempo, dinheiro para o ginásio ou falta de motivação para começar… posso dizer que existe solução.

Uma delas é treinar em casa… e nestes cenários aconselho os treinos HIIT, que são treinos muito curtos (15-20 minutos) diários e que podes fazer em qualquer altura do dia.

Este tipo de treino queima muito mais gordura do que correr, por exemplo, e ainda acelera o teu metabolismo 24 horas depois do exercício.

Com o HIIT perdes a desculpa de não ter tempo e ainda poupas dinheiro do ginásio.

Para a motivação… bom dá tempo ao tempo e quando começares a ver resultados terás a melhor motivação do mundo 😉

Dieta. Qual a Dificuldade e Solução?

É precisamente o que falei acima.

A ansiedade de perder peso, ter que comer uma série de alimentos que não gostamos, o tempo limitado das dietas, a vontade de comer doces e não haver um dia próprio para o fazer, etc…

Não é fácil e é por isso que a maioria das pessoas desiste.

Por isso é essencial que escolhas um regime alimentar adequado e “personalizado”.

Como?

Começa por elaborar uma lista de alimentos saudáveis que gostas, sem ter que pensar muito ainda nas refeições propriamente ditas.

Depois pensa em fazer pelo menos 6 refeições por dia distribuindo os nutrientes sensatamente ao longo da jornada e evitando hidratos de carbono na parte da tarde e à noite (caso queiras perde peso).

Açúcares refinados, doces em geral, gorduras más e sumos de qualquer tipo ficam para já de fora.

Nos regimes alimentares podes ter uma cheat meal por semana em que comes o que quiseres para “aliviar” a cabeça e manter a sanidade. É ai (e apenas nessa refeição única semanal) que entram os açúcares, doces, sumos, etc…

Caso Prático

Dou-te novo exemplo prático para que tenhas a noção estrutural de como deverá ser o teu dia:

– Pequeno-almoço (hidratos de absorção lenta + fonte de proteína de absorção lenta)
– Meio da manhã (pequena fonte de proteína + gordura boa)
– Almoço (verduras/fruta + hidratos de absorção lenta + fonte de proteína)
– Lanche (fruta + proteína)
– Jantar (verduras + proteína)
– Ceia  (proteína de absorção lenta)

Para hidratos de absorção lenta tens:
Aveia, arroz integral, batata doce, massa integral, pão escuro, etc…

Para fontes de proteína tens:
Ovos, claras, peixe, carne, grão, feijão, fiambre e queijos magros, etc…)

Para fontes de gordura tens:
Manteiga de amendoim, frutos secos, abacate, etc…

Para verduras tens:
Todos os vegetais que quiseres… o mesmo para as saladas sem molhos grossos.

Se treinares considera ainda uma fonte de proteína rápida depois do treino com algum hidratos de carbono (por exemplo uma banana).

Como vês não é difícil seguir este regime alimentar.

O truque é fornecer ao organismo energia necessária para atravessar do dia cheio de energia, não havendo picos de insulina nem apetites por doces porque estás sempre saciada.

Treino ou Dieta. Qual é Mais Importante?

Agora que percebeste a diferença entre dieta Vs regime alimentar… e ainda um tipo de treino que permite queimar gordura mais rapidamente… chegámos finalmente à questão que trouxe-me até aqui.

Entre o treino e a dieta é SEMPRE preferível escolher a dieta (regime alimentar no caso).

Isto é: a dieta tem prioridade sobre o treino.

Se quiseres ver isto por escaldas de importâncias podes considerar:

1º Dieta

2º Treino

3º Suplementos 

É mais fácil teres resultados com uma boa dieta do que com exercício físico. Assim como podes ter resultados a treinar sem suplementos.

Treinos com má alimentação… simplesmente não resulta.

Mas podes ter resultados com uma boa alimentação e SEM treinar.

É simples.

Dou-te ainda um caso prático.

Há uns anos conheci um rapaz de treinava e tinha um excelente regime alimentar. Mas durante 3 a 4 meses deixou de ir ao ginásio mas CONTINUOU a sua boa alimentação.

O que aconteceu?

Manteve o peso, o six-pack e a sua estrutura muscular.

Claro que o ideal será fazer dieta + exercício.

Mas entre os dois, a dieta prevalece.

Espero ter esclarecido a questão 😉

Luís

P.S.: Chamei de “dieta” ao longo do texto propositadamente. Deste modo fica mais claro o tema do artigo.

P.S.2.: Se ainda não tens o meu eBook com os 9 Melhores Alimentos Para Emagrecer, podes pedir-me GRATUITAMENTE aqui!  Envio-te na hora por email.

4 Replies to “Treino ou Dieta? Qual é Mais Importante?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *