Mudar de hábitos alimentares não tem que ser um bicho de 7 cabeças.

Existem pequenas coisas que podes fazer ao longo do dia sem que te apercebas mas que têm um grande impacto na tua vida.

Mas para começar tens que compreender que esses mesmos hábitos alimentares foram, provavelmente, gerados ao longo de vários… logo estão tão enraizados que nem reparas neles…

Contudo só pelo simples facto de ganhares consciência de que eles existem é meio caminho para o teu sucesso.

Coisas como: comer torradas com manteiga, fritar os alimentos em gorduras más, exagerar nos hidratos de carbono, beber sumos e outras bebidas calóricas… são pequenos exemplos que encontro constantemente na maioria das pessoas que quer perder peso.

Logo desvinculares-te desses hábitos alimentares não será tarefa fácil…

Porque Falhas Constantemente

Existem vários motivos pelo qual falhas constante, sobretudo ao iniciares um novo ciclo alimentar.

Mas antes de aprofundar este tema devo dizer o seguinte:

Falhar é bom!

Quer dizer que tentaste e já tens a tal consciência que é necessário mudar algo.

Agora… falhas porque provavelmente queres mudar muita coisa ao mesmo tempo.

Sabes, é impossível mudar a tua alimentação de um dia para o outro sem que cometas erros que te levem a desistir dos teus novos hábitos alimentares.

Passo a explicar com um exemplo pessoal:

Quando comecei a minha perda de peso quis incrementar várias coisas na minha vida em simultâneo:

– Nova alimentação com muitas restrições
– Registos pormenorizados de tudo o que ingeria
– Idas ao ginásio 3-4x por semana com os devidos registos
– Prática de uma modalidade desportiva 2x por semana
– Corrida na rua aos Domingos de manhã

Isto é uma sobrecarga muito grande…

E o resultado foi um desgaste tão grande que não passei da 3ª semana.

As coisas têm que acontecer progressivamente e sem causar danos iniciais…

A ideia é que vejas resultados progressivos, sendo esses mesmos resultados o motor da tua motivação!

Depois… depois acrescentas mais um ponto ao teu hábito já estabelecido…

Tal e qual como se faz uma casa: bloco a bloco, tijolo a tijolo.

habitos alimentares lista
Começar com uma lista muito extensa não ajuda a criar novos hábitos

É na Substituição Que Está o Ganho

Para além de teres que implementar ponto a ponto pequenas alterações na tua vida para conseguires ter uma boa reeducação alimentar tens que ter a certeza que não voltas ao mesmo…

E para isso vais precisar de uma substituição.

Este é um ponto que já falei imensas vezes aqui no blog mas que volto a repetir:

A melhor maneira de perder um mau hábito é substitui-lo por um bom.

A ideia aqui é que encontres alimentos que realmente gostes e que sejam saudáveis.

Só dessa maneira é que conseguirás sobreviver à transformação e reeducação alimentar.

E não penses que basta escolher as versões light ou magras dos alimentos…

Vai ter que procurar melhor e encontrar soluções sustentáveis.

Dou-te algumas ideias para que possas ter uma ideia clara do que falo:

– A manteiga tradicional deverá ser substituída por manteiga de frutos secos, como manteiga de amendoim ou amêndoa… ou se quiseres até por abacate!

– Os sumos e as bebidas calóricas devem ser substituídas por água ou por infusões de sabor.

– O fiambre de porco por fiambre de frango ou peru.

– A batata branca por batata doce.

– O arroz branco por arroz basmati ou integral.

E assim sucessivamente até completares a tua alimentação com produtos saudáveis e benéficos.

Claro que não tens que substituir TODOS os teus alimentos… mas convém dares uma vista de olhos ao teu cardápio e encontrar os maus para que os possas substituir!

9 Simples Decisões Que Alteram os Teus Hábitos Alimentares

Esta é a minha lista com as 9 decisões que terás que fazer para conseguires “sobreviver” à batalha do emagrecimento e conseguires ganhares novos hábitos alimentares.

Se soubesse disto quando perdi os meus quilos, teria certamente a vida facilitada!

Ficam as sugestões…

1) Não Vás ao Extremo

Não precisas de ir ao extremo e contar caloria a caloria, nem apontares tudo o que comes ao pormenor, nem ires ao ginásio mais vezes do que as necessárias… nem levares as coisas tão à letra!

Basta que tenhas uma séria noção do que precisas de comer diariamente para que consigas ganhar novos hábitos alimentares e em consequência atingires o teu objectivo.

Também não precisas de ser muito restritiva no que toca aos alimentos… lembra-te da regra 80/20:

  • 80% comida saudável
  • 20% comida “menos saudável”

2) Planeia as Refeições

Planear com antecedência a maioria das refeições evita muitos problemas e ajuda-te a ganhar novos hábitos alimentares.

Reserva o Domingo para pensar no que vais comer durante a semana e para ires às compras buscar o que precisas… sem esquecer a lista de alimentos saudáveis.

Com esta pequena decisão semanal conseguirás evitar aquelas escolhas menos saudáveis que acontecem no dia a dia.

Caso não o faças… aumentas as hipóteses de comer o que calhar durante a semana e voltar aos velhos hábitos…

habitos alimentares
Preparar as refeições ajuda, e de que maneira, a ganhar novos hábitos alimentares

3) Faz o Básico

Quem disse para comer bem tens que passar horas e horas na cozinha?

Decide-te por refeições fáceis e ligeiras…

Nada de receitas super complicadas com muitos acompanhamentos e molhos à parte…

Uma salada com uma boa proteína de qualidade é o suficiente para uma refeição.

Lembraste do meu Peito de Frango Agridoce?… Escolhe o fácil e o simples que terás a vida facilitada.

4) No Frigorífico e Na Despensa

Evita teres comida menos saudável no frigorífico e na despensa.

Esta simples decisão faz com que não caias em tentações alimentares e ajuda-te a ganhar novos hábitos.

Não havendo em casa… não podes comer!

5) Sem Distracções

Come sem qualquer tipo de distracção e leva pelo menos 20 minutos em cada refeição.

Parece fácil e é…

O problema é que hoje em dia os smartphones e a televisão sempre ligada não ajudam… cozinhamos e comemos a ver o tal vídeo no YouTube ou a navegar no Facebook…

E assim perdermos a noção da quantidade e da qualidade da nossa refeição.

6) Procura Apoio

Aqui tenho que puxar a brasa à minha sardinha…

Partilha as tuas ideias e objectivos com um amigo, com um familiar ou até mesmo comigo!

Procura motivação e apoio… fala sobre as tuas conquistas e os teus entraves que encontras no dia a dia.

Ao partilhares os teus objectivos estás inconscientemente a decidir levá-los a avante… e dessa maneira o teu mind-set fica mais forte!

7) Sabe o Teu Porquê

Decide porque queres perder peso!

Para impressionar? Por vingança? Por bem-estar? Por motivos de saúde?…

Seja qual for o teu porquê é importante que te lembres dele DIARIAMENTE.

Escreve-o e coloca-o à vista.

Não há maior motivação para ganhar novos hábitos alimentares do que ter em mente um objectivo claro e saber o porquê.

8) Pára o Efeito Bola de Neve

É normal que te apeteça comer qualquer mais doce ou ter uma refeição mais pesada.

O que não é normal é deixares um pequeno  desvio multiplicar-se durante dias e dias… tal e qual com as batatas fritas… começas apenas com uma e quando dás por ti, já foi o pacote todo!

Podes comer o teu doce ou a tua refeição mais à vontade… mas terás que ter força de vontade para ficares por aí… correndo o risco de voltar aos velhos hábitos subitamente…

9) Isto Não é Uma Corrida

A tua alimentação não em que ser perfeita, tem sim que ser consistente.

Um bolo aqui ou um doce ali não estraga dos teus progressos se te mantiveres dentro da rota que traçaste.

Lembra-te que isto não é uma corrida… e sem sequer nem há prémios no final!

Nem tens que ser perfeita em todas as escolhas… tem sim que ter consciência do que fazes e que todas as tuas decisões pesam… umas mais do que outras.

 

Estas foram as minhas sugestões para que consigas mudar os teus hábitos alimentares e atingir o teu objectivo.

Espero ter ajudado mais uma vez!

Falamos em breve,

Luís

2 Replies to “9 Simples Decisões Que Melhoram os Teus Hábitos Alimentares

  1. Olá Luís,
    Preciso da tua ajuda, tenho lido os teus mails que me têm ajudado muito, mas
    trabalho por turnos e quando chego a casa por exemplo à noite (1h da manhã) o que posso comer, venho sempre com vontade de comer porque a última refeição foi ás 20h, ou quando saio por exemplo ás 7h manhã, se puderes ajudar-me agradecia muito.
    Cumprimentos,
    Lurdes Pedro

    1. Bom dia Lurdes!

      Muito obrigado pelo seu comentário.
      Vou sugerir uma lista de opções que pode considerar quer para o período da noite, quer para o período da manhã.

      Envio-lhe por email todos os detalhes.

      Obrigado.

      Luís

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *