Existem imensos erros que nos impedem a nossa progressão, mas por experiência própria sei que existem pelo menos 6 que toda a gente comete.

Sei disso porque as perguntas que recebo frequentemente no email remetem quase sempre para os mesmos temas:

Deixei de comer hidratos de carbono

Agora corro de manhã em jejum

Não sei como vou conseguir perder 30 quilos

Enfim… uma série de afirmações que remetem para vários mitos e falsidades que levam as pessoas a desistirem muito antes de conseguirem perder peso.

Repara… tu não precisas de eliminar por completo os hidratos de carbono, não precisas de correr em jejum nem tão pouco concentrar-te unicamente nos teus 30 quilos que precisas de perder.

Não caias nesses erros… porque ao caíres neles, deitas tudo a perder.

Continua a ler que explico-te o que fazer ao certo

Como Começar a Perder Peso

Se és novo ou nova nestas andanças é essencial que dês o primeiro passo.

Para já não interessa muito se começas bem ou mal. Interessa que comeces o mais rapidamente possível.

E é aqui, logo à partida, que as pessoas cometem o 1ª erro: apontam o inicio da nova jornada para a “na próxima Segunda-Feira”.

GRANDE ERRO!

Porque na maioria das vezes, quando chega a Segunda-Feira, nada acontece.

Se sentes a motivação para perder peso, o meu conselho é que comeces o mais rapidamente possível, ou seja, já hoje!

Não adies.

Mas agora perguntas tu: “pode onde começar?”

Fácil!

Podes considerar 4 coisinhas muito simples:

1º) Define Metas

Define quanto peso queres perder e que tamanhos de roupa gostaria de vestir.

Define com todo o cuidado e não digas:

Gostaria de perder alguns quilos“.

Diz antes:

Vou perder 20 quilos, perdendo 2 quilos por semana“.

Sê o mais específico possível. Porque quanto mais específico for o objectivo, mais rapidamente conseguirás o atingir.

2º) Planeia Refeições

Este é sem dúvida o passo mais importante que deves dar para alternar a tua alimentação.

Ao planear e conceber as tuas próprias refeições estás a CONTROLAR o que consomes e as suas quantidades.

Começa pelo simples: papas de aveia, carnes e peixes grelhados, vegetais, frutas e hidratos de carbono integrais, etc…

Evita as gorduras más, os fritos e o açúcar.

erros transformação corporal 01
Preparar este tipo de refeições em casa é meio caminho andando para conseguires a tua transformação corporal

3º) Dietas Radicais

Cuidado com as restrições excessivas.

Segue um regime alimentar que gostes e não forces nada! Aconselho-te a que faças substituições alimentares de maneira a que estes façam parte voluntária da tua vida.

Por exemplo:

Substitui o pão branco pelo escuro; os iogurtes habituais por iogurte Skyr; as bolachas normais por bolachas Marinheiras; os bolos de pastelaria por bolos de caneca… etc…

4º) Não Adivinhes

Se não percebes nem nada de nada de dietas, de emagrecimento ou de ganhos de massa magra, o meu conselho é muito simples:

Não adivinhes por ti e procura ajuda profissional.

Uma consulta de nutrição não custa mais de 20 euros e podes encontrar uma boa nutricionista nesta listagem:

Preços de Consulta de Nutrição

Erros Que Impedem o Progresso

Estes são os 6 principais erros que encontro cada vez que falo com alguém que está a tentar alcançar uma transformação corporal.

Se te revês nalguma delas, se calhar está na altura de mudar…

1º Erro) Hidratos de Carbono

Os hidratos de carbono não são vilões.

Basta que escolhas os acertados e que moderes o seu consumo.

Portanto nunca deves eliminar por completo o pão, as massas, o arroz e as batatas.

Este tipo de alimentos são vitais no fornecimento de energia e sem eles não conseguirás manter por muito tempo a tua dieta ou regime alimentar.

Faz assim:
Foco no número de calorias ingeridas e não nos hidratos de carbono.

erros transformação corporal 03
Não cortes nos hidratos… são essenciais ao fornecimento de energia

2º Erro) Restrição

Não faças nenhuma restrição alimentar.

Come de tudo um pouco com moderação, sendo o ideal encontrares a tal substituição de alimentos que falei acima.

Faz assim:
Foco na substituição e não na restrição.

3º Erro) Perfeição

Não vais conseguir perder sempre, sempre, sempre peso…

Vão existir alturas em que não conseguirás diminuir os números da balança e muito provavelmente irá até engordar.

Tudo isso faz parte do progresso. Portanto não te foques na perfeição mas sim no progresso.

Faz assim:
Foco no progresso e não na perfeição.

4º Erro) Cardio

A maioria das pessoas quando pensa em emagrecer pensa em exclusivo em cardio e em exercícios que façam suar.

Faz sentido.

Contudo convém também ter alguns exercícios com pesos para que possas tonificar o teu corpo e criar as bem ditas “curvas”

Faz assim:
Foco em exercícios funcionais e não apenas em cardio.

erros transformação corporal 02
O cardio é importante, mas o treino com pesos também é essencial

5º Erro) Demasiadas Tarefas

Quando começamos a perder peso normalmente entusiasmarmos.

E isso pode ser um problema.

Depois da alimentação limpa, surge as idas ao ginásio, os suplementos, os truques e as dicas…

Começas a treinar mais vezes do que devias e a querer fazer tudo ao mesmo tempo.

Basta que vás ao ginásio 3X por semana e que faças os teus 8000 passos diários!

Faz assim:
Foco na simplicidade e não na complexidade.

6º Erro) Meta Final

Sei que pressa de chegar ao objectivo é grande mas a verdade é que a ansiedade pode deitar tudo a perder.

Em vez de te concentrares no objectivo final deves concentrar-te nas pequenas coisas.

Perder peso é um jogo que tem que ser conquistado passo a passo e nunca numa “passada” só.

As pequenas conquistas traduzem-se na perda de quilos todas as semanas, nas refeições saudáveis no dia a dia, nas idas ao ginásio de 45 minutos, etc…

Faz assim:
Foco nas pequenas vitórias e não só na meta final.

Quando Parar Para Analisar o Progresso?

De modo a que conseguias progredir terás que ir analisando o teu progresso. Assim recomendo que o faças de tempos a tempos.

Por exemplo:

  • Pesar e Medir as Partes Corporais:
    De 8 em 8 dias.
  • Mudar os Exercícios e Peso Usado em Cada Exercício:
    De 2 em 2 meses ou até o peso se tornar fácil.
  • Mudar de Alimentação:
    De 3 em 3 meses, sempre dentro do saudável e proteico.

 

Por hoje é tudo!

Espero que tenhas gostado destas dicas e que fiques a perceber quais os erros mais comuns que impedem o teu progresso.

Abraço e até à próxima!

Luís

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *