Hoje volto ao blog com 4 tipos de alimentação a que deves estar atenta.

Este é um tema que achei muito interessante quando estudava nutrição funcional e que pode ser muito útil a todas as pessoas que querem não só emagrecer mas também ter uma alimentação mais saudável e consciente.

Ao saberes que tipo de alimentação tens, conseguirás muito mais rapidamente controlar os teus impulsos alimentares e modificá-los consoante o teu objetivo.

Então…

Nestes tempos quarentena é bem possível que passes por esses 4 tipos de alimentação durante um dia inteiro e sem que te apercebas.

Por isso é bom não só conhecê-los como também saber identificá-los na tua rotina alimentar e em que períodos do dia surgem.

Ao conheceres estes 4 tipos de alimentação conseguirás também controlar muito melhor a tua fome e saberás identificar muito mais facilmente onde falhas.

Portanto… fica comigo que explico-te tudo!

O Que Conta Como Progresso?

Saber identificar estes 4 tipos de alimentação trará muitas vantagens.

Uma delas é sem dúvida perder peso de forma consciente.

Contudo, e mais uma vez, não te agarres exclusivamente aos números da balança.

Lembra-te que emagrecer é um processo transformativo na sua globalidade! Quer isto dizer que perder peso tem muito mais a ver do que baixar números na balança.

Assim sendo deves também considerar como progresso:

1) Medidas

As medidas do teu corpo é um forte indicador do teu progresso, por isso deves medir certas partes do teu corpo nos dias em que te pesas.

É através das medidas que sabemos com mais garantia que estamos a caminhar para o nosso objetivo.

Como já tive oportunidade de explicar anteriormente, sobretudo quando falei sobre as flutuações de peso, os números na balança são por vezes enganadores…

Contudo as medidas raramente iludem… elas traduzem os teus ganhos ou perdas de volume de forma rigorosa.

Neste ponto, não te esqueças que é importante teres um histórico de medição de:

  • Peito
  • Tórax
  • Braços (zona do bícep)
  • Abdómen/Barriga (zona do umbigo)
  • Ancas
  • Coxas
  • Gémeos
  • Pescoço (opcional)

2) Fotos

As fotos do teu corpo são uma das melhores provas que podes ter quando o assunto é emagrecimento.

Tira uma foto de corpo inteiro no dia da tua pesagem e vai comparando com o histórico.

Ficarás admirada com o teu progresso!

3) Roupas

Se as roupas te ficam melhores agora ou se já tiveste que comprar roupas com números mais abaixo do habitual… parabéns!

Isso quer dizer que estás no bom caminho.

Repara… uma pessoa com 90 quilos pode perfeitamente vestir as mesmas calças com 89 quilos.

A diferença não é muita…

Mas aos 85 quilos muito provavelmente já terá que comprar outro par!

E isso é um forte indicador que está no com caminho.

4) Força e Flexibilidade

A força e a flexibilidade corporal podem também ser um bom indicador de que estás a perder massa gorda.

Repara… se treinas habitualmente é normal que consigas manter a tua massa magra ou até, quem sabe, aumentá-la.

E com isso ganhas mais força.

Por outro lado a redução de massa gorda traduz-se numa maior flexibilidade e locomoção corporal.

O teu corpo parece mais leve e agora consegues fazer outros movimentos que antigamente eram impossíveis?

Parabéns… provavelmente estás a perder peso!

5) Confiança

Se te olhas ao espelho e gostas daquilo que vês a tua confiança aumenta.

A tua relação profissional e pessoal melhora porque ganhaste a confiança necessária para enfrentar e lidar melhor com as situações do dia a dia.

Fica mais forte fisicamente e mentalmente.

6) Novos Hábitos

E por fim… talvez o mais importante de todos!

A tua perda de peso foi conquistada certamente pelos novos hábitos que ganhaste ao longo do teu processo de transformação.

Ganhas novos hábitos alimentares, sociais, desportivos, etc…

Agora comes melhor, escolhes os alimentos corretos, treinas e até já bebes água suficiente.

Se assim for… este é um forte indicador que estás no bom caminho!

Tipos de Alimentação

4 Cenários a Que Deves Estar Atenta…

De seguida vou deixar os 4 tipos de alimentação que deves estar atenta, indicando também as alturas em que ocorrem.

1) Alimentação Limpa

Este é um tipo de alimentação que queremos ter em 80-90% das vezes.

É a abordagem que devemos ter se quisermos emagrecer ou ganhar massa muscular.

Aqui consideras alimentos integrais, minimizando os alimentos processados e dando prioridade à “comida de verdade”…

Este é o tipo de alimentação que te faz sentir bem, que te sacia e que fornece não só nutrientes essenciais como também energia.

É este tipo de alimentação que o teu corpo consegue processar e que irá utilizar como recurso.

Alguns exemplos de alimentos: batata doce, frango, arroz integral, peixes, aveia, vegetais, ovos, manteiga de amendoim natural, etc…

Não te esqueças também que o modo como cozinhas estes alimentos influência no tipo de alimentação.

Tipo de Alimentação Aveia
A aveia e a fruta fazem parte da alimentação limpa

2) Alimentação Divertida

Este tipo de alimentação é aquele em comes porque simplemente sabe bem e porque fornece prazer alimentar a curto prazo.

Bolo de chocolate, batatas fritas, sumos, etc…

Problema: aqui não temos nenhum fator nutricional associado… comemos porque nos apetece e porque é “divertido”.

A única regra que devemos prestar atenção quando estamos perante este tipo de alimentação é que devemos estar conscientes daquilo que estamos a fazer e sobretudo conscientes das porções consumidas.

Quando é que podes ter este tipo de alimentação?

Em dias especiais, no teu dia do lixo, em aniversários, etc…

3) Alimentação Nevoeiro

Basicamente é quando comes sem qualquer sentido de porção ou de tempo.

Por exemplo… quando vamos ao cinema e levamos um pacote de pipocas e mesmo antes do filme começar já o pacote está vazio.

Vais comendo, comendo comendo… e quando dás por ti… envolveste num nevoeiro e nem sabes como é que conseguiste comer tudo sem dar conta daquilo que aconteceu.

Neste tipo de alimentação nem tens prazer alimentar, nem sequer é divertido…

Normalmente as pessoas perguntam-se “como é que consegui comer isto tudo sem dar conta?…”

Porque é o tipo de alimentação mais inconsciente que existe.

Por isso é que nunca devemos comer com distrações, por exemplo: telemóveis ou televisão.

Tipos de Alimentação Pipoca
Cuidado com as pipocas e os snacks no cinema… rapidamente levam-te à alimentação nevoeiro

4) Alimentação Tempestade

É quando tudo sai fora do teu controlo…

Normalmente começas com uma simples bolacha, passas para o pacote todo, de seguida comes bolo, e depois passas para um gelado, e vai por ai fora sem qualquer tipo de controle.

Neste tipo de alimentação tu simplesmente não consegues parar de comer tudo o que te aparecer à frente.

Por vezes até sentes que é outra pessoa que tomou conta do teu corpo…

E quando é que isto acontece?

Ou quando tens muita fome verdadeira, e aqui temos o fator fisiológico.

Ou quando tens muita fome emocional, e aqui temos outros fatores associados…

O truque aqui é identificar o que te leva a cometer este tipo de alimentação.

Vídeo. 4 Tipos de Alimentação

 

E por hoje é tudo!

Espero que tenhas gostado deste pequeno artigo sobre os vários tipos de alimentação; deixa os teus comentários abaixo e diz-me qual o teu tipo predominante.

Um abraço,

Luís

P.S.: Pede agora o teu eBook grátis com os 7 Melhores Suplementos Para Perder Barriga.

Envio-te na hora por email. Pede aqui >>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *