Hoje trago ao blog o escândalo alimentar do Milo, uma bebida achocolatada que há cerca de 2 anos deu muito que falar pelas piores razões.

Sabes… várias empresas colocam bonecos nas capas das embalagem dos produtos para atrair os mais pequenos.

O mercado dos cereais matinais é rei nisso mesmo e em cada produto direcionado para crianças podemos encontrar tigres, ursos, pandas e outros desenhos animados.

Mas…

Em tempos houve uma outra estratégia.

Em vez dos habituais bonecos ou animais, as empresas colocavam imagens de desportistas famosos ou de pessoas a praticar desporto, dando a ideia de quem consumia desses produtos tornava-se uma pessoa saudável.

É a mesma coisa do que a Cola-Cola e a felicidade… em praticamente todos os anúncios da Coca-Cola ficamos com a ideia de quem a bebe é feliz. Feliz por beber Coca-Cola…

Mas voltando ao temas dos desportistas nas embalagens…

O Milo da Nestlé era precisamente uma dessas marcas que colocava imagens de desportistas – e de pessoas a praticar desporto – nas suas embalagens.

Essa imagem sugeria que quem bebesse Milo tinha mais energia para praticar desporto e teria mais sucesso no campo do exercício físico e bem-estar, sobretudo entre os mais pequenos.

Ora o que a Nestlé não dizia era que o Milo era feito com 40% de açúcar!

Mesmo ideal para crianças, não é? Nop…

Até porque para uma criança queimar as calorias contidas num só copo de Milo teria que correr cerca de 2 quilómetros!

Tudo isto chamou a atenção dos media e em 2018 rebentou um enorme escândalo em torno do tão famoso Milo da Nestlé.

milo
Se não te lembras do Milo talvez esta imagem te diga alguma coisa…

Milo de 4.5 Para Apenas 1 Estrela

Todos nós temos a ideia de que certezas bebidas achocolatadas são saudáveis.

A maior parte desta indústria gasta milhões de euros em publicidade, publicidade essa que fica “colada” no nosso cérebro… e por causa disso ficamos com a ideia que essas bebidas conferem energia, diversão e que são saudáveis porque contêm algumas vitaminas e minerais.

Uma autêntica lavagem cerebral com manobras atrás de manobras publicitárias…

Mas voltando ao Milo…

A crença no Milo era tanta que em determinados hospitais ofereciam a bebida aos pacientes!

No entanto os consumidores ficaram com a pulga atrás da orelha depois de um vídeo publicado pelo ativista Vishen Lakhiani.

Nesse vídeo, partilhado milhões de vezes pelo Whatapp, Vishen Lakhiani denúnciou o Milo… e fê-lo de uma maneira tão viral que chamou a atenção de toda a gente para a bebida achocolatada.

Por essa altura a pressão para a Nestlé era alta…

Os especialistas em saúde começaram a criticar a empresa por “enganar” os consumidores e fazê-los pensar que a bebida achocolatada era saudável.

Com tanta pressão, a Nestlé não teve hipóteses e viu a avaliação de saúde em relação ao Milo a ser reduzida:

-> A bebida Milo passou de 4.5 para 1 estrela!

Podes ver aqui uma parte do escândalo divulgado por Vishen Lakhiani:

O posicionamento de Lakhiani face ao Milo e a outros produtos do género está bem definido:

As grandes empresas alimentares não incentivam a que você se sinta mais saudável. Elas incentivam-no a que se sinta doente e que mantenha açúcar no organismo, porque o açúcar deixa-o com mais fome, e assim você continua a comprar essa m*rda venenosa“.

Mas Será o Milo Saudável?

Bom… realmente o Milo pode-se enquadrar no campo “saudável” mas para isso terás que colocar apenas 3 colheres de chá em 200ml de leite magro!

Ora sejamos verdadeiros…

A maioria das pessoas não coloca apenas 3 colheres de chá em 200ml de leite magro… bebe-o numa caneca enorme com 2 ou mais colheres de sopa de Milo… ou pior ainda…

Existem países em que o Milo é adicionado a leite gordo e a leite condensado! Dando o nome de Dinossauro Milo a essa bebida.

Mas quem é que no seu estado perfeito considera isto saudável?

Vê o vídeo abaixo para ficares a perceber melhor do que falo:

Por fim…

Numa porção normal de Milo em pó encontramos cerca de 40% de açúcar. A Nestlé defendeu-se dizendo que isso vem dos ingredientes do leite em pó e da cevada maltada.

Outros Mitos e Mentiras Alimentares

Existem muitos outros mitos caçados por este ativista. Vou deixar aqui mais 4 para que possas ficar atenta:

1) Sumo de Fruta

Somos levados a acreditar que os sumos de fruta são bons para a nossa saúde e que nos ajudam a emagrecer.

Afinal de contas a fruta é saudável e contem bastantes vitaminas.

Contudo o sumo de fruta, não…

A maioria dos sumos de fruta que compramos nos supermercados estão cheios de açúcar, sabores artificiais e contêm apenas uma pequena porção do total de vitaminas.

2) Coca-Cola

Já falei acima sobre a Coca-Cola e volto a referir… isto é do pior para quem quer realmente emagrecer.

A ideia associada à Coca-Cola de felicidade e bem-estar não é verdadeira. A Coca-Cola é sinonimo de diabetes e ganhos de peso!

No passado já desvendei o que acontece quando a bebes…

Recorda o vídeo – O Que Acontece Ao Teu Corpo Depois de Beber Coca-Cola:

3) Açúcar

Outro tema que abordei recentemente no artigo dos 46 nomes de açúcar.

O nosso corpo precisa de açúcar mas não precisa assim tanto quanto isso! Sobretudo das quantidades exageradas que são consumidas nos dias de hoje pela população em geral.

A industria alimentar leva-nos a consumi-lo cada vez mais como se trata-se de um vício…

4) Diet

Estampam a palavra “diet” nos rótulos das embalagem de qualquer produto e toda a gente pensa imediatamente que é saudável.

Mas as coisas não são bem assim…

Os produtos “diet” – especialmente os sumos – prejudicam igualmente biliões de células do nosso intestino e desregulam a sua biologia.

 

E por hoje é tudo…

Espero que estejas agora mais atenta aos truques e disfarces da industria alimentar e que este artigo te possa ajudar a fazer escolhas mais inteligentes.

Um abraço,

Luís

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *