Estou de volta ao blog para responder à questão como parar de comer compulsivamente.

Sei que há muita gente que não consegue parar de comer, seja qual for a razão…

Contudo, e ao longo destes últimos anos, tenho identificado 6 ocasiões em que isso acontece com mais frequência.

Ora neste artigo irei revelar quais são esses momentos, as suas causas e dar a conhecer também algumas estratégias práticas para que possas reduzir o consumo de calorias, sobretudo de calorias vazias, e com isso perder algum peso (espero eu que sim).

Mas antes de irmos às perguntas e respostas, gostaria de te dizer que podes adaptar todas estas estratégias, lembrando que o que resulta para o vizinho pode não resultar para ti.

O objetivo é que fiques com a ideia geral de cada ocasião e que possas resolver de uma vez por todas o teu problema com a comida.

Vamos a isto?

Como Parar de Comer Compulsivamente em Frente à Televisão

Para muitas pessoas comer em frente à televisão é um hábito adquirido.

E não falo em comer em frente à televisão na cozinha, à mesa da refeição… falo mesmo em comer em frente à televisão na sala no sofá!

São aqueles cenários em que numa mão temos o garfo e na outra o comando da TV…

Ora quando o assunto é um pequeno snack não vejo qualquer tipo de problema mas quando falamos em refeições principais, aí sim… é alarmante! Esse hábito leva inevitavelmente à alimentação excessiva e ao ganho de peso.

Porquê?

Porque refeições principais + televisão = comer distraído, sem noção nem perceção das quantidades ingeridas.

Se estás a comer em frente à televisão, ao computador ou ao smartphone, é muito provável que prestes mais atenção ao que está a acontecer no ecrã do que aquilo que está a comer.

Então o que podes fazer?

Podes seguir 4 estratégias para que isso nunca mais aconteça:

1) Os Dois Cenários São Distintos

Mentaliza-te que os dois cenários são completamente distintos. Um é comer; o outro é ver televisão.

Assim que desconectes essas duas ações, as coisas ficam mais fáceis. Aconselho a que comas primeiro e que DEPOIS vejas televisão. Nunca as duas ao mesmo tempo!

Também podes colocar a televisão em pausa, ir lanchar e voltar mais tarde…

2) Escolhas Alimentares

Se queres mesmo comer em frente à televisão faz escolhas mais saudáveis e nunca assumas uma refeição principal em frente à TV.

Para tal existem pipocas menos calóricas, bolachas de aveia ou panquecas de aveia.

No meu caso, costumo beber um cafézinho ou chá sem açúcar.

3) Tirar o Sentido da Comida

Por vezes queremos qualquer coisa apenas para “acompanhar” aquele filme…

Ora para esses momentos, e em vez de petiscar ou beber algo, recomendo que ocupes as tuas mãos com outra coisa qualquer.

Pode ser pintar as unhas, apertar uma bola anti-stress, fazer palavras-cruzadas, espreitar as redes sociais, etc…

Tudo para que tires o sentido da comida e para que tires o sentido da comida.

4) Companhia

Quando temos companhia a ver um filme, ou uma série, podemos ir conversando ou trocando ideias sobre o que estamos a ver.

Uma conversa animada sobre os personagens, filmes em que participaram, o enredo, o possível final, etc… fazem com que a nossa mente se distraía e não pense tanto em comida.

Por outro lado, quando estamos sozinhos a tentação de ir à cozinha buscar alguma coisa aumenta radicalmente.

Como Parar de Comer Compulsivamente em frente a televisão
Comer em frente à televisão. Quem nunca?

Como Parar de Comer Compulsivamente à Noite

Comer em excesso à noite é um problema mais comum do que parece.

Aliás, este é geralmente o momento do dia em que quase ninguém consegue resistir às tentações alimentares.

Ainda assim, e apesar de ser um problema comum, não é tão difícil resolvê-lo como parece.

Se esse é o teu caso, o mais importante é que identifiques a causa. E para isso dou-te 3 possíveis justificações:

1) Dietas Demasiado Restritivas

As pessoas que comem em excesso à noite tendem a seguir uma dieta demasiado restritiva durante o dia… ou seja, comem muito pouco desde que acordam até que jantarem.

Nestes casos, essas pessoas tentam seguir uma dieta muito rígida na tentativa de perder peso rapidamente. O que é errado.

Ora quando chega o período da noite a nossa força de vontade é menor… isto é, ao longo do dia vamos fazendo várias escolhas que vão desgastando o nosso willpower, ou seja, a nossa força de vontade, sobretudo a tentar resistir aos alimentos menos saudáveis.

Se pensarmos bem esta é bem capaz de ser uma provável razão para a tua fome à noite. Afinal andas durante todo o dia a oprimir e a disfarçar a tua verdadeira fome , sendo que ao chegar à noite, a tua “bateria”já deu o que tinha a dar.

Podes ver mais sobre este assunto, neste vídeo:

2) Não Ter Auto-Cuidado

Assim como restringir em demasiado as calorias durante o dia pode fazer com que descambes à noite, o mesmo pode acontece quando não tens auto-cuidado.

As pressões constantes, as tomadas de decisões, os apelos sem intervalos, as escolhas e os requisitos da tua pessoa em todo o lado e a toda a hora podem desgastar a tua força de vontade.

O problema é que existem milhões de decisões que tomas durante um dia inteiro, a maior parte delas sem que tenhas consciências.

Se este é o teu caso, deves fazer intervalos de 5 minutos pelo menos 3 a 4 vezes por dia.

Sendo que esses intervalos devem ser longe de outras pessoas, do computador, do telemóvel, do tablet, etc… é também importante que neste teu momento não sintas a necessidade de responder a alguém nem de tomar outra decisão!

3) Sono

Comer excessivamente à noite pode ser agravado por não dormir o suficiente.

Tal como comer excessivamente neste período pode interromper o teu sono, criando aqui um efeito bola de neve.

Repara… comes tanto durante este período que acabas por ter problemas de digestão ou enfartamento… em consequência o teu sono é afetado e não consegues dormir profundamente nem as horas necessárias.

Ora para que isso acabe, precisas de prestar um pouco mais de atenção aos teus padrões de sono.

Considera um horário específico para ir para a cama, uma rotina noturna e um gatilho que te faça dormir.

Por exemplo, podes seguir a rotina: jantar, lavar os dentes com pasta e elixir de sabor a menta, 45 minutos de televisão, 45 minutos de leitura, abrir a cama, fazer pequenos alongamentos e dormir.

Aqui o gatilho foi o abrir a cama e fazer pequenos alongamentos.

Outro ponto que gostaria daqui de falar é a necessidade de planeamento das refeições para o dia seguinte.

Ao planeares todas as tuas refeições para o dia seguinte estás a reduzir quer as decisões e escolhas alimentares – evitando o desgaste da força de vontade – bem como a poupar tempo e stress, havendo em consequência um maior “descanso” cerebral.

Neste caso, podes não só planear mas como preparar todas as refeições para o dia seguinte.

Como Parar de Comer Compulsivamente Após o Trabalho

Para de comer compulsivamente após as 18h, nomeadamente após o dia de trabalho, vem na sequência de parar de comer à noite.

Só que aqui o problema reside nos snacks e nos lanches menos saudáveis, nomeadamente naqueles que encontras a caminho de casa… sabes do que falo…

Se este é o teu caso deves apostar tudo na ante-visão. Ou seja, ao saíres de casa de manhã deves levar contigo um lanche para depois das 18h… esse lanche deve ser substancial! Portanto nada de bolachinhas ou uma carcaça com manteiga.

Esse lanche tem que ser nutritivo e que colmate a fome! Açúcares, farinhas brancas e gorduras más ficam de fora.

Agora… o truque é teres esse lanche à vista assim que entras no carro de volta para casa. Ou em alternativa podes colar um papel no volante com a indicação que o teu lanche das 18h está na bagageira… faz tudo para que não te esqueças dele.

-> Não arranques com o carro SEM antes teres comido o teu lanche!

Depois deste lanche segue um caminho diferente para casa. Isso deve ser feito nos próximos 30 dias evitando passar em caminhos conhecidos e sobretudo em caminhos que te levam a:

  • Hipermercados
  • Supermercados
  • Restaurantes fast-food especialmente com drive-in
  • Centros comerciais

Caso não consigas mesmo resistir, e após já teres comido o teu lanche das 18h, podes considerar comer qualquer coisa nesses lugares mas que seja mais saudável.

A ideia aqui é que tentes minimizar o impacto…

Por exemplo, se passares no McDrive, escolhe um hambúrguer simples com salada e água.

Sei que é difícil mas passo a passo conseguirás resistir e parar de comer compulsivamente após o trabalho.

Lembra-te que o objetivo é também chegar a casa o mais rápido possível!

Dica: desinstala todas as aplicações no teu telemóvel que façam entregas de comida em casa, como o Uber Eats, Glovo, entre outras…

Como Parar de Comer Compulsivamente drive
Cuidado com estes sinais ao sair do trabalho

Como Parar de Comer Compulsivamente Doces

Aqui temos um caso muito amplo…

E porque é que digo amplo? Porque teremos que definir o que são doces.

Repara, a minha definição de “doces” pode não ser igual à tua. Por isso a primeira coisa que deves fazer é definir o que são os “teus doces”.

E isto porquê?

Porque se dizeres “a partir de hoje não vou comer mais doces”, o teu cérebro começa imediatamente há procura de brechas e falhas nessa frase:

“O mel não é considerado doce… portanto posso comer…”

“O bolo de bolacha não é bem um doce… portanto posso comer…”

“O ketchup não é considerado um doce… portanto posso comer…”

Vês o problema?

O que deves fazer neste caso é identificar os doces que não queres comer! Só depois de teres essa lista bem definida é que podes criar estratégias anti-doces.

E a primeira estratégia que sugiro e que comas apenas 1X por semana um doce que esteja na tua lista negra!

Resumindo:

  1. Cria uma lista com todos os doces proibidos, não tem que ser específico, pode ser por exemplo: bolos, bolachas, sumos, chocolates e compotas.
  2. Tira 1X por semana e come um desses doces proibidos incluídos numa refeição a um dia e hora determinada.

Tudo o que não estiver na tua lista, podes comer tendo consciência que não são realmente doces!

Como Parar de Comer Compulsivamente Açúcar

Repara que acima utilizei a palavra “doces” para tudo aquilo que poderás considerar um doce. Nesse caso és tu que defines o que é um doce.

Contudo… aqui no açúcar vamos seguir uma simples regra:

Se na tabela de ingredientes de um determinado produto a palavra “açúcar” ou derivado – por exemplo tudo o que termine em “ose” – estiver entre os 4 primeiros ingredientes, é porque contem em larga escala açúcar.

Por exemplo, se num pacote de bolachas vires na lista de ingredientes a palavra “açúcar” entre os primeiros 4 lugares, é porque essas bolachas são maioritariamente açúcar!

Nesse caso deves procurar umas bolachas alternativas… especialmente aquelas em que não tenham açúcar ou que a palavra “açúcar” na sua lista de ingredientes estejam em último lugar.

Desta maneira conseguirás ingerir menos açúcar e simultaneamente encontrar opções mais saudáveis.

Como Parar de Comer Compulsivamente doces
Se tiver “açúcar” nos 4 primeiros lugares da lista de ingredientes, não deves comer…

Como Parar de Comer Quando Estás Stressada

Percebo perfeitamente… o stress é um alto gatilho para se comer.

As emoções, o fator psicológico e quando as coisas não correm lá muito bem, a comida é que paga. Quer dizer, neste caso, tu é que pagas!

Contudo, e se pensarmos bem, quando estamos stressados é porque temos algum problema entre mãos.

Algo não está bem e muito provavelmente temos uma situação a resolver. Ora se continuarmos a comer desalmadamente iremos ter um segundo problema ou até mesmo vários outros problemas.

Na prática será algo assim: temos um problema pessoal que não sabemos muito bem como lidar com ele.

Então… comemos, comemos e voltamos a comer…

Agora para além do problema que já tínhamos temos outro problema de enfartamento, digestivo e ainda da consequência da engorda.

Em muitos casos, o inchaço abdominal que surge depois de comeremos por stress é significativo pois nestas situações comemos muito e muito depressa, levando a que disponhas de tempo e energia para recuperar dessa má-disposição física.

Outro ponto assente: ao comeres açúcar nas suas várias formas terás um alto pico energético que te levará a sentir muito bem.

Sentes mais energia e até pode parecer que o problema inicial não é tão preocupante… só que… passado 20 a 40 minutos essa dose de açúcar cai a pique no teu organismo, a tua energia desaparece e o teu corpo pede… MAIS açúcar!

Nestes casos o açúcar em nada ajudou, muito antes pelo contrário, uma vez que entras numa roda viva que só termina quando já não há mais nada para comer… o que pode levar a mais stress!

Os alimentos industrializados, como o açúcar, o amido, sal, gorduras, óleos, etc… dão um prazer efémero e parece que são as respostas para combater o stress mas na verdade são apenas rastilhos de mais e mais stres.

Se o teu problema é comer açúcar quando estas stressada, procura um açúcar natural. Uma peça de fruta pode colmatar essa vontade, não prejudica tanto o teu peso e não entras em espirais negativas.

Como Parar de Comer Compulsivamente só Porque Sim…

Em primeiro lugar terás que perceber que comer sem parar não te leva a lado nenhum, essa não é solução seja qual for a tua situação ou ocasião.

Depois a chave para que possas parar de comer está muitas vezes no teu foco e na tua definição de objetivos concretos.

Muitas vezes as pessoas criam objetivos demasiados generalistas que as leva a andar de um lado para o outro, levando-as a desgastar a sua força de vontade (que falei acima).

Depois, e com a força de vontade completamente no zero, já não têm muitas mais forças para resistir às tentações alimentações.

E em consequências comem sem parar…

Se analisarmos bem é raro existir alguém que coma sem controle ao acordar, a não ser que seja um efeito da noite anterior…

E isto acontece porque ao acordar a “paciência” e o willpower/força de vontade estão a 100%.

Contudo o desgaste, a tal roda viva que falei anteriormente, as decisões e escolhas que fazes ao longo do dia levam-te a comer sem controlo!

Portanto tens que te proteger.

E a melhor proteção é a antecipação. Por isso deves antecipar todas as situações acima descritas, seja com pequenos lanches, com novas rotas ao sair do trabalho e até à leitura de rótulos alimentares.

Porque se antecipares tudo… tenho a certeza que diminuirás a tua fome emocional e evitarás comer excessivamente.

 

Espero que tenhas gostado deste artigo e que possas tirar algumas ideias.

Coloca-as em prática e diz-me de tua justiça na zona de comentários.

Um abraço,

Luís

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *