Hoje volto ao blog para dar a conhecer como cortar o efeito do açúcar no corpo.

Todos nós sabemos que o açúcar é um dos primeiros inimigos quando o assunto é emagrecer.

Aliás… o açúcar até é mais prejudicial do que determinadas gorduras que possas consumir!

É que o açúcar refinado é um hidrato de carbono simples composto basicamente por calorias vazias…

Quer isto dizer que o teu corpo não aproveita nada de nada dele… tudo o que consomes acaba por ser transformado e acumulado em gordura.

O açúcar – na sua essência – tem apenas a função de conferir energia, sendo essa energia efémera…

E é por isso que um simples bolo de pastelaria não confere saciedade… e é por isso que ficas com fome passado pouco tempo de o comer.

Assim não há dúvidas que o açúcar é o inimigo nº1 do emagrecimento!

O Açúcar Escondido

A Organização Mundial da Saúde refere que devemos consumir menos de 10% das calorias ingeridas em forma de açúcar.

No fundo, e idealmente, deves consumir cerca de 5% de açúcar e não muito mais.

>> Contudo é normal ultrapassar em larga escala estes números.

E isso acontece porque o açúcar esconde-se nos mais diversos alimentos, até mesmo naqueles alimentos que aparentemente são inofensivos.

Se não vejamos…

Conseguimos encontrar açúcar no pão, os cereais matinais, nas barras energéticas e até nos iogurtes.

Logo é muito fácil bater os 5% de açúcar recomendado.

Porem não devemos apenas olhar para o açúcar refinado…

O açúcar naturalmente presentes nos alimentos também pode dificultar nessa tarefa de não ultrapassar os valores recomendados.

A fruta, apesar de ser uma boa aliada na perda de peso, deve ser consumida com moderação pela sua frutose!

É que a frutose, quando consumida em excesso, é metabolizada e transformada em gordura.

Vê ainda o vídeo: Onde Se Esconde o Açúcar nos Rótulos dos Alimentos:

Mitos da Frutose e das Bolachas

Vou aproveitar este artigo para desmitificar a teoria das bolachas e da fruta.

Essa teoria que diz que se comeres bolachas de água e sal juntamente com uma peça de fruta atenuas a acumulação pela frutose…

Só que não…

Quando consumes bolachas de água de sal juntamente com a fruta estás a consumir mais hidratos de carbono e mais SAL… o que pode fazer com que a tua retenção de líquidos aumente!

Esta e outras bolachas não têm fibra suficiente para impedir que o nosso corpo absorva a frutose presente na fruta!

Como Cortar o Efeito do Açúcar

Um dos poucos alimentos cientificamente comprovados que é o capaz de cortar o efeito do açúcar no corpo é a amêndoa.

A amêndoa reduz a velocidade da absorção dos açúcares e os picos de glicemia.

>> Isto quer dizer que as amêndoas podem ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue!

E para comprovar isso vou dar-te a conhecer 2 estudos:

O 1º estudo descobriu que pessoas que consumiam 60 gramas de amêndoas por dia tinham níveis mais baixos de glicose e insulina em jejum.

Portanto ao acordar – com os níveis estabilizados – estas pessoas tinham a glicose mais baixa do que as pessoas que não consumiam amêndoas.

Um 2º estudo revelou que as pessoas que comiam 2 ou mais porções de amêndoas por semana apresentavam uma redução de risco do aumento de peso em 31%.

Nem precisas de andar sempre a comer amêndoas… basta que comas 2 ou mais porções por semana para veres resultados: menos 31% de risco de aumento de peso!

Tudo isto comparativamente com as pessoas que nunca comiam amêndoas…

Cabe-te agora a ti escolher comer ou não amêndoas!

cortar o efeito do açúcar
Cortar o efeito do açúcar? Tudo o que precisas é disto…

Por fim… devo ainda dizer as amêndoas são uma aliada na perda de peso devido:

  • Ao seu teor de fibra
  • Ao seu teor proteico
  • E à gordura insaturada que apresentam

Quanto à porção ideal dependerá das necessidades de cada um, mas um punho por dia é o recomendado a nível generalista.

Vídeo. Como Cortar o Efeito do Açúcar


Espero que tenhas gostado deste artigo e que possas comer mais amêndoas e frutos secos com o intuito de criar mais saciedade e de cortar o açúcar no corpo.

Um abraço,

Luís

P.S.: Se achas que os frutos secos engordam, espreita este artigo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *